segunda-feira, 20 de junho de 2011

Voltei a amar


Conheci caminhos que me levaram a dúvidas;
Percorri trilhas que me conduziram ao medo;
Fui andarilho de estradas solitárias;
Caminhei na escuridão e amanheci sozinho,
Contemplando a imensidão do destino.
Brinquei com a dor e acostumei-me a lágrimas.
Conversei com a solidão e ela sempre me ouviu
Em ensurdecedor silêncio.
Revelei-me amargo, rebelei-me contra o amor...
Até encontrar-te
E os caminhos dos teus passos,
As trilhas do teu corpo,
A estrada do teu olhar,
O manto negro dos teus cabelos,
A estridência do teu riso,
trouxeram-me a doçura fresca de cachoeiras
E a razão de voltar a amar...


 
Marcos Alderico
31/03/2010 14:25

12 comentários:

  1. Encontrei-o no canto fantastico da Evanir
    E deixo-lhe o meu abraço na frescura dessa linda poesia!
    manuela

    ResponderExcluir
  2. pois... eu adorei encontrar-te na tarde, bem como me encantou ler-te "quem sou" onde me identifiquei [parece uma expressão convencionada mas a verdade é que é a mais explicita]
    bem vindo ao "tarde de música", espero que voltes.
    maria

    ResponderExcluir
  3. esqueci o mais importante:

    o teu poema é lindo, percorri tantos caminhos assim, acho que sempre os vou percorrer... e deixar de amar não me parece possível para quem a vida sem poesia não tem significado, mesmo em trilhas de caminho ruim...

    abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi meu amigooo,obrigada pelo carinho viu! Lindo o teu poema!Sair de um caminho tortuoso para encontrar o amor....Amei! Uma linda semaninha pra vcs! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Marcos,

    Bendito amor que te inspirou
    estes versos belíssimos ...

    Bjo e um Dia de Paz.

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito essas palavras!!
    Gostei..sempre bom encontrar alguem qe nos complete..ate mesmo sem ser namorada(o).....vlwlwlw

    ResponderExcluir
  7. Meu querido, seguramente lhe digo; foram as palavras mais lindas que eu li em blog no dia de hoje! Parabéns pela linda escolha...Amor, nossa inesgotável fonte de inspiração!

    ResponderExcluir
  8. Cara, perfeito!

    Uma poesia feita ao momento crucial de um novo encontro, ou melhor, reencontro.
    Descreveste muito bem a angústia antes de encontrá-lo, e a intensidade ao novamente poder tocá-lo.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Você que comentou no amadeirado? Eu vi e fiquei curiosa para saber mais do teu blog. Muito show esse gatinho e o escudo do Corinthians!

    ResponderExcluir
  10. Meu querido Marco,
    De novo aqui no seu blog e só consigo ler Poesias Inteiras, rs. Seu talento para poetizar me encanta. E, por favor, que haja sempre um riso estridente para que você não pare de amar. Te gosto muito. Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  11. Hoje quero deixar muito carinho para você
    ,também agradecer por sempre estar presente
    não só no meu blog mais na minha vida.
    Cada visita que recebo é um balsamo
    para refrigerar minha Alma.
    Tenho sobrevivido a muitas tempestades
    na ceteza que Deus sempre esta comigo.
    Seu carinho não tem preço a cada
    visita sua é benção sem medidas que recebo.
    Um dia linda cheio de flores
    perfumadas na sua
    caminhada.
    beijos e meu carinho sincéro ,Evanir.

    ResponderExcluir
  12. *-* apesar de todos já terem dito belas palavras a respeito resta apreciar e com o silêncio das palavras deixar minha alma se deleitar com a beleza deste poema.Magnífico!
    Postarei em meu blog ok?^^

    ResponderExcluir