sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015



Uns dias bons, outros nem tanto. O sorriso de hoje pode se transformar em pranto...e pronto. A vez do avesso se instala, o gosto amargo da solidão abala e o ser se torna um não ser. Amigos se afastam, as festas se calam, as feras em fúria encurralam o homem sem nome, sem rumo nem vestes. O que restou da humanidade?  Para onde foi a caridade? E a amizade? Mudou-se de cidade, envaideceu-se?  Não. Perdeu a identidade.

Marcos Alderico
05/02/2015 - 21:48

Um comentário:

  1. Oi Marcos, feliz 2015..rs só um pouco atrasado quase em março já. E quem já não passou por esses dias nem tão bacanas! Uma hora os dias do avesso também passam.. =)

    ResponderExcluir